5 de maio de 2014

Tonite Lets All make Love in London - 18-07-1968 (New 05-2014)





Olá Floydian@s, para a volta com grande estilo do Blogspot PINK FlOYD - PA, vai uma postagem da grande "ERA Syd Barrett" com o roio intitulado "Tonite Lets All make Love in London" realizado por um dos poucos cineastas com acesso aos restritos círculos do rock nos anos 60s, o filme registra de modo incomparável o ambiente da “swinging London” e alguns dos protagonistas das transformações culturais profundas do período. Com depoimentos de artistas como Mick Jagger, Michael Caine, Julie Christie, Marvin Lee, Allen Ginsberg e Vanessa Redgrave, este documentário é um registro fascinante deste momento histórico, ao som psicodélico dos jovens integrantes da banda Pink Floyd.

Esse documentário foi gravado durante janeiro a maio de 1967 contendo performance ao vivo de outras bandas e entrevistas, sendo lançado no ano seguinte em 18 de julho de 1968. O Roio contêm apenas as músicas do Pink Floyd (duas faixas) sendo a "Interstellar Overdrive" com versão estendida e "Nick's Boogie", ambas instrumental

Para quem são sabe o que significa "Swinging London" é o termo usado para descrever a efervescência cultural e o modernismo de costumes da cidade de Londres, e dali para o mundo, durante a segunda metade dos anos 1960, os anos de euforia da Europa e principalmente da Grã-Bretanha, com a recuperação econômica e moral do país após a II Guerra Mundial, enquanto os Estados Unidos sofriam encurralados pela Guerra do Vietnã.
O termo "Swinging" (com a conotação de vibrante, descolado, arrojado, moderno) foi usado pela primeira vez para definir a vida e os costumes da cidade pela jornalista de moda Diana Vreeland, então a poderosa editora-chefe da mais famosa revista de moda do mundo, a Vogue, que declarou que Londres era, naqueles dias, a mais vibrante e “avant-garde” cidade do mundo. O termo foi explicitamente ligado à cidade pela revista norte-americana TIME, em abril de 1965, ao chamá-la em editorial de Swinging London e celebrado pelo lançamento da mais famosa rádio dedicada ao publico jovem da época, Swinging Radio England, uma rádio pirata.

Esta foi a época em que a Inglaterra, com seu centro nervoso londrino, lançou ao mundo os mais importantes nomes da música, cinema, artes plásticas e teatrais, moda e comportamento. Os Beatles foram o seu fenômeno maior, seguidos pelos Rolling Stones, The Who, The Kinks, o surgimento dos Pink Floyd, e cantoras como Lulu, que de lá ganharam os EUA e o mundo, no que ficou conhecido como a Invasão Britânica.

Bem interessante, é bastante curioso a questão de o rock está ligado a certas coisas que ocorreram e que ainda vão ocorrer, influenciando gerações, a cultura e até mesmo em certos casos a religião... E ainda "pessoas" que dizem que o rock é ruim, que ninguém intende nada e blá blá blá, mas não fazem ideia de quem foi o ponto de partida para muitos outros estilos musicais.... Esses não sabem o quanto o Pink Floyd e muitas outras bandas contribuirão para a musica mundial!

Obs.: O roio é conhecido por outros títulos:  "London 1966*1967" e "Archives 1966-1967".

Curiosidade:

Não era por acaso que a banda Pink Floyd se vestia desse jeito, nos anos 60 Londres vivia o Swinging London.




Das ruas de Londres para o mundo!


é no Brasil? ta de brincadeira né? kkkkkkkkkkkkkk





Faixas 

1. Interstellar Overdrive (16:46) Instrumental

2. Nick's Boogie (11:50) Instrumental

Total Time: 28:36

Download - 39.2 mb - SkyDrive - MEGA.CO